IMPORTÂNCIA DA HISTÓRIA

IMPORTÂNCIA DA HISTÓRIA

VEM AI O MAIOR EVENTO DE CULTURA AFROBRASILEIRA DO SERTÃO PERNAMBUCANO

VEM AI O MAIOR EVENTO DE CULTURA AFROBRASILEIRA DO SERTÃO PERNAMBUCANO
10 ANOS DE CONSCIÊNCIA NEGRA EM FLORESTA-PE

PROJETO TV RAÍZES

PROJETO TV RAÍZES
CONHEÇA NOSSO PROJETO - SEJA NOSSO PARCEIRO(A)

quinta-feira, 12 de julho de 2018

1ª Copa de Futsal Interbairros será realizada em Floresta-PE



O Instituto Cultural Raízes em parceria com a Escolinha de Paiakan, estará realizando a 1ª Copa Interbairros de Futsal Masculino de Floresta-PE.

O Projeto surge como fruto do diálogo e da parceria já existente em várias outras ocasiões, entre o Instituto Raízes e a escolinha de Paiakan e, foi concebido como forma de incentivo e fortalecimento da prática esportiva entre os bairros de Floresta.

1ª Copa Interbairros de Futsal Masculino de Floresta-PE, será aberta (sem limitação de idades) e buscará envolver todos os bairros da cidade e tem previsão para iniciar no dia 11 de agosto de 2018.

Será uma experiência inovadora que contará com jogos de ida e volta, proporcionando uma maior motivação para as equipes e atletas.

Haverá premiação para o 1º, 2º e 3º lugar, além do melhor jogador, melhor goleiro e artilheiro da competição.

As inscrições ocorrerão até o dia 31 de julho de 2018, conforme informações no cartaz acima.

Em seguida, será marcado encontro entre os representantes das equipes, previsto para o dia 4 de agosto de 2018, onde serão debatidas as regras da competição, bem como o sorteio dos grupos.

Comunidade do Escondidinho/Vulcão realizará grande Arraiá Junino



No próximo dia 28 de julho de 2018,a Comunidade do Bairro Escondidinho/Vulcão, estará realizando o maior Arraiá Junino de Floresta-PE.

A idéia surgiu como forma de retomar uma tradição de vários anos da comunidade e, tem a organização de Laurinda (Dinda) e sua equipe, que já é destaque na realização de várias festividades.

A programação terá início às 20:00h do sábado dia 28 e, será realizada na Quadra Poliesportiva do Vulcão (Rua Elias de Flora).

Será uma noite muito animada, onde as pessoas presentes poderão vivenciar a tradicional festa junina com muito Forró, Coco de Roda, comidas e bebidas típicas.

Para reservar sua mesa, entre em contato com Laurinda(Dinda) no Cel/Zap (87) 99627.6913.

Os recursos arrecadados com a festividade (após tiradas as despesas) serão destinados a apoiar as atividades do Instituto Cultural Raízes na Comunidade. 

quarta-feira, 11 de julho de 2018

1º Concurso Beleza Negra de Floresta - INSCRIÇÕES ABERTAS



O Instituto Cultural Raízes comunica a todas as interessadas, que está aberto o prazo de inscrições para o 1º Concurso Beleza Negra Florestana, que ocorrerá no dia 24 de novembro de 2018.

As inscrições deverão ocorrer até o dia 30 de setembro de 2018, e é totalmente gratuita.

Poderão   participar do  concurso   mulheres negras florestanas (naturais de Floresta-PE)  que se autoconsiderem afrodescendentes (negras), nas seguintes categorias:

INFANTIL: com idade de 8 a 14 anos
JUVENIL: com idade de 15 a 19 anos
ADULTO: com idade de 20 a 30 anos.

Para saberem de todos os detalhes, as interessadas devem acessar o Edital do Concurso que se encontra no site do Instituto Raízes, clicando nesse link: http://www.institutoculturalraizes.org.br/p/edital-beleza-negra-floresta.html

Informações:
As pessoas interessadas também podem adquirir informações entrando em contato, através do email: raizesdacultura@gmail.com ou pelo telefone/whatsapp  (87) 9 9927.9125. 

domingo, 17 de junho de 2018

Estão abertas as inscrições para o Projeto Arte e Vida no Bairro do DNER


A partir da presente data, estão abertas as inscrições para o Projeto Arte e Vida no Bairro do DNER.

O Projeto é fruto de uma parceria entre a Diocese de Floresta, a Paróquia de Floresta,a Comunidade do DNER e o Instituto Cultural Raízes (que será responsável pela execução das atividades).

O Projeto atenderá crianças/adolescentes, jovens, mulheres e homens da comunidade, com a realização de oficinas de percussão, danças, artesanatos e culinária, entre outras, fundamentado na construção da identidade sócio cultural e a formação para a cidadania.

Para se inscrever, as pessoas interessadas devem procurar adquirir a Ficha de Inscrição com Carlene e a equipe local da Comunidade.

A previsão para início das oficinas é meados de julho, a partir da formação das turmas e dos preparativos que estão sendo encaminhados.

O Projeto ARTE E VIDA, tem como objetivo principal Promover a valorização da vida, a partir da construção da identidade sócio-cultural e da formação para a cidadania.

São também objetivos do Projeto:


– promover a vivência das expressões culturais de origem afro-brasileira e indígena, através da música, da dança e das artes, na perspectiva (inclusive) da geração de renda alternativa;
– incentivar a construção da identidade sócio-cultural, como forma de compreensão da realidade, a partir do local/comunidade/território e de formação para cidadania plena e ativa;
- colaborar para a construção de projetos de vida, baseado nos valores humanos de uma sociedade fraterna e igualitária;
– contribuir para a eliminação do preconceito e da discriminação racial.

Instituto Raízes se reúne com o Provida para debater parcerias


No último sábado dia 16 de junho de 2018, a Diretoria do Instituto Cultural Raízes, recebeu em sua sede a representação da Ong Provida, através do Padre Luciano e Cláudia.

O objetivo da reunião foi debater sobre a necessidade do Provida em utilizar a Quadra Poliesportiva do Vulcão (Bairro Escondidinho), tendo em vista que irão iniciar um trabalho com crianças da Escola Municipal do DNER e não dispõe de local, haja vista que no Bairro do DNER não tem Quadra Poliesportiva.

O diálogo também transcorreu na possibilidade das duas instituições promoverem algumas ações em parceria, o que ficou para ser amadurecido posteriormente.

Quanto a utilização da Quadra ficou acertado que ocorrerá nas segundas e sextas feiras, conforme quadro abaixo:


Nessa segunda-feira dia 18, acontecerá a abertura das atividades do Provida em evento que será na Quadra do Vulcão, e o início da utilização do espaço ocorrerá a partir do dia 25.

Para a Comunidade do Escondidinho/Vulcão será mais uma oportunidade de mostrar sua hospitalidade e acolhimento para com as pessoas de outras comunidades e em especial o DNER onde já se apresenta uma relação de proximidade que resultará em experiências positivas a serem vivenciadas conjuntamente.

segunda-feira, 11 de junho de 2018

Governo Federal facilita o trabalho escravo no Brasil


No último dia 16, o atual governo aplicou mais um golpe contra os trabalhadores de nosso país.

Trata-se da publicação da Portaria 1.129 do Ministério do Trabalho, que altera as regras para inclusão de nomes de pessoas e empresas na “lista suja”, além dos conceitos sobre o que é trabalho forçado, degradante e trabalho em condição análoga à escravidão. Até então, fiscais usavam conceitos da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e do Código Penal. 

De acordo com o artigo 149 do Código, quem submete alguém a realizar trabalhos forçados ou a jornada exaustiva, quer sujeitando-o a condições degradantes de trabalho, quer restringindo, por qualquer meio, sua locomoção em razão de dívida, está sujeito a pena de dois a oito anos de prisão e multa.

O Brasil era (até então) considerado referência mundial no combate à escravidão moderna. Mas, depois das novas diretrizes, isso pode mudar.

Essa famigerada portaria, além de ser completamente inconstitucional, representa um retrocesso nos avanços alcançados ao longo de décadas no mundo todo.

Tal iniciativa visa agradar os setores ruralistas, como forma desesperada de garantir votos no congresso, que venham a livrar o "governo" golpista de mais uma denúncia, de chefia de uma quadrilha criminosa. Além disso, aprofunda a crise social em que estamos vivendo.

Recordemos que as seguidas agressões contra os trabalhadores ocasionaram perdas de direitos históricos, conquistados através de muita luta social, à exemplo da terceirização sem limites, da reforma trabalhista e da precarização da mão de obra, que aumentam o desemprego e expõem os trabalhadores a situação cada vez mais propícia a serem tratados como escravos.

Em 1995, quando o governo brasileiro reconheceu que havia casos de trabalho análogo ao escravo no país, foi criado um grupo de fiscalização. E essa fiscalização adquiriu uma experiência ao longo dos anos de situações que ocorriam comumente no Brasil. 

Essa escravização hoje ocorre do aumento do desemprego e a necessidade de deslocamento para conseguir se inserir no mercado de trabalho. Enganados com falsas promessas, muitas dessas pessoas acabam se submetendo a trabalhos análogos a escravidão, com condições indignas de trabalho, apenas para sobreviver. Essa Portaria retrocede o conceito de trabalho como algo anterior a própria abolição.


Veja também outras matérias relacionadas com o assunto:


ZUMBI DOS PALMARES



Zumbi dos Palmares nasceu no ano de 1655. Foi o principal representante da resistência negra à escravidão na época do Brasil Colonial. Foi líder do Quilombo dos Palmares, comunidade livre formada por escravos fugitivos dos engenhos, índios e brancos pobres expulsos das fazendas. 

O Quilombo dos Palmares estava localizado na região da Serra da Barriga, que atualmente faz parte do município de União dos Palmares (Alagoas). Na época em que Zumbi era líder, o Quilombo dos Palmares alcançou uma população de aproximadamente trinta mil habitantes. 

Nos quilombos, os negros viviam livres de acordo com sua cultura, produzindo tudo o que precisavam para viver. Embora tenha nascido livre, foi capturado quando tinha por volta de sete anos de idade. Entregue ao padre jesuíta católico Antônio Melo, recebeu o batismo e ganhou o nome de Francisco. 

Aprendeu a língua portuguesa, latim, álgebra e a religião católica, chegando a ajudar o padre na celebração de missas. Porém, aos 15 anos de idade, fugiu de Porto Calvo para viver no quilombo dos Palmares. Na comunidade, deixou de ser Francisco para ser chamado de Zumbi que no dialeto da tribo imbangala de Angola, significa aquele que estava morto e reviveu. 

No ano de 1675, o quilombo é atacado por soldados portugueses. Zumbi ajuda na defesa e destaca-se como um grande guerreiro. Após um batalha sangrenta, os soldados portugueses são obrigados a retirar-se para a cidade de Recife. Três anos após, o governador da província de Pernambuco aproxima-se do líder Ganga Zumba para tentar um acordo, Zumbi coloca-se contra o acordo.

Em 1680, com 25 anos de idade, Zumbi torna-se líder do quilombo dos Palmares, comandando a resistência contra as tropas do governo. Durante sua “liderança” a comunidade cresce e se fortalece, obtendo várias vitórias contra os soldados portugueses. O líder Zumbi mostra grande habilidade no planejamento e organização dos quilombos, além de coragem e conhecimentos militares.

O bandeirante e mercenário Domingos Jorge Velho organiza no ano de 1694, um grande ataque ao Quilombo dos Palmares. Após uma intensa batalha, Macaco, a sede do quilombo, é totalmente destruída. Ferido, Zumbi consegue fugir, porém é traído por um antigo companheiro e entregue as tropas do bandeirante. Aos 40 anos de idade, foi degolado em 20 de novembro de 1695. 

Zumbi é considerado um dos grandes líderes de nossa história. Símbolo da resistência e luta do povo negro contra a escravidão, lutou pela liberdade de culto, religião e pratica da cultura africana no Brasil Colonial. O dia de sua morte, 20 de novembro, é lembrado e comemorado em todo o território nacional como o Dia Nacional da Consciência Negra.