PROJETO TV RAÍZES DA CULTURA

PROJETO TV RAÍZES DA CULTURA
CONHEÇA NOSSO PROJETO - SEJA NOSSO PARCEIRO(A)

APOIE A TV RAÍZES DA CULTURA

APOIE A TV RAÍZES DA CULTURA
SAIBA COMO APOIAR CLICANDO AQUI

CURRICULUM CULTURAL



Fundação e atividades iniciais

O Instituto para o Desenvolvimento da Cultura e da Arte – INSTITUTO CULTURAL RAÍZES, tem sua origem em Água Preta, na Zona da Mata Sul do Estado de Pernambuco.

Fundado em 16 de fevereiro de 2001, surgiu inicialmente como Núcleo de Assessoria Técnica nas áreas de Juventude, Assentamentos da Reforma Agrária, Associativismo, Direitos Humanos e Empreendedorismo.

Em Água Preta, realizou um trabalho de identificação das origens culturais nos assentamentos de Água Preta, bem como, iniciou pesquisa sobre a Revolução Praieira e sua memória histórica na região, atuando também no incentivo à formação de grupos culturais entre jovens assentados.

Em 2006, Realizou-se o 1º Encontro da Agricultura Familiar em parceria com o Sintraf de Água Preta.

Início das atividades no sertão pernambucano

Ainda em 2006, tem início a atuação no sertão pernambucano, a partir da região do Araripe a primeira atividade desenvolvida foi a assessoria para a realização do 1º Festival de Arte e Cultura do Araripe, no município de Ouricuri em parceria com a Ceada.

Nos anos de 2007 e 2008, o Instituto Cultural Raízes promoveu o acompanhamento da criação de diversos grupos culturais de jovens do sertão central e do sertão de Itaparica, estimulando e orientando os mesmos a concorrerem a diversos editais, bem como a produzirem cultura popular em suas localidades.

Em agosto de 2009, o Instituto Cultural Raízes inicia trabalho no município de Floresta/PE, vindo a transferir a sede da instituição para o referido município em meados de 2010.

De 2009 até a presente data, o Instituto Cultural Raízes tem se destacado como principal instituição cultural de Floresta e região, atuando prioritariamente no resgate e preservação das origens e tradições da cultura popular, especialmente de quilombolas e indígenas.


Áreas de atuação do Instituto Cultural Raízes


O Instituto Raízes, com base em seus Estatutos Sociais, pode atuar em qualquer localidade do Estado de Pernambuco, no desenvolvimento das seguintes atividades: 

- Cursos e Oficinas Culturais de Percussão, Danças e Artes 
- Elaboração de Projetos Sociais e Culturais 
- Pesquisas e Estudos 
- Assessoria e Consultoria a instituições públicas e grupos culturais 
- Realização de Eventos Culturais 
- Inventário Turístico 
- Políticas Públicas de Cultura e Juventude 
- Planos Municipais de Cultura e de Juventude 
- Organização de Conselhos de Juventude e Cultura 
- Produção de Documentários 
- Realização de Conferências, Foruns, Seminários, Palestras e Capacitação nas diversas áreas da temática cultural afrobrasileira e indígena

Principais Atividades desenvolvidas de 2009 a 2020

DOCUMENTÁRIOS

- DVD Festival Pernambuco Nação Cultural, novembro de 2009
- DVD Quilombolas de Floresta, dezembro de 2010
- DVD Povo Atikum, Outubro de 2011

LIVROS E CD’S PRODUZIDOS

- Livro Quilombolas de Floresta
- CD de Forró Pé-de-Serra “Pedro Euzébio e Trio Pajeú”
- CD Vim da África de Angola com coletânea de músicas afro-brasileiras

PRODUÇÃO CULTURAL

- Apoio a diversos grupos culturais em Floresta, Mirandiba, Belém do São Francisco e Inajá
- Formação de cinco grupos culturais em Floresta, composto por crianças, adolescentes e jovens

OFICINAS REALIZADAS

- Artesanato e reciclagem
- Pintura em tela
- Construção de Instrumentos
- Danças Populares
- Danças Afro
- Percussão (Maracatu, Afoxé, Coco e Samba Reggae)
- Capoeira

RESGATE DE TRADIÇÕES CULTURAIS

- Banda de Pífano
- Mazurca Quilombola
- Coco de Roda
- Palma de Coco
- Trancilim
- Dança do São Gonçalo
- Novena de São João na Comunidade Quilombola

PRESERVAÇÃO DE TRADIÇÕES CULTURAIS INDÍGENAS E QUILOMBOLAS

- Toré
- Dança do São Gonçalo
- Afoxé
- Maracatu
- Xaxado

PRINCIPAIS EVENTOS REALIZADOS

- Semana da Consciência Negra em Floresta (de 2009 a 2019)
- Festival de Capoeira, em Belém do São Francisco (agosto de 2010)
- Festa no Quilombo em Floresta e Mirandiba (setembro de 2010)
- Encontros de Tradições Culturais das Comunidades Rurais de Floresta (foram cinco encontros realizados entre dezembro de 2011 a dezembro de 2012)
- Festival Multicultural da Juventude em Floresta (Novembro de 2013)
- Encontro Multicultural da Juventude em Floresta (Novembro de 2015)

PROJETOS REALIZADOS (entre setembro de 2010 a março de 2020)

- Identidade Cultural, em escolas públicas municipais de Floresta (Set.2010)
- Juventude e Cultura, atendendo jovens urbanos e rurais de Floresta (2011/2012)
- Projeto Afrobatuque-Tambores da Resistência, levando percussão para crianças adolescentes e jovens remanescentes quilombolas e indígenas de Floresta (Desde 2011)
- Projeto Consciência Negra (Desde 2009)
- Projeto Arte e Vida (criado em 2018)

GRUPOS CULTURAIS MANTIDOS PELO INSTITUTO

- Grupo Dandara (danças populares e afro-brasileiras)
- Grupo percussivo Filhos de N’Zambi (Afoxé)
- Grupo percussivo Afrobatuque (Maracatu)
- Grupo Percussivo Afro Mulher (Maracatu)
- Grupo Percussivo Sou da Terra (mistura de ritmos populares: Coco, Maracatu e Afoxé)

PRINCIPAIS APRESENTAÇÕES CULTURAIS REALIZADAS

DANÇAS (em Floresta):
- escolas públicas da rede estadual e municipal
- eventos públicos
- instituições religiosas
- programas sociais
- feira livre

PERCUSSÃO:

- Cortejo de Maracatu
- Maracatu e Afoxé em escolas públicas
- Samba Reggae em eventos públicos e escolas 
Côco, eventos públicos e em comunidades quilombolas e indígenas 

ATIVIDADES REGIONAIS 

O Instituto Cultural Raízes, vem desenvolvendo desde 2010 e principalmente, desde 2013, várias participações em eventos de cultura popular, realizados nas cidades de: Exu, Ouricuri, Parnamirim, Salgueiro (Comunidade Quilombola de Conceição das Crioulas), Terra Nova, Petrolândia, Itacuruba, Belém do São Francisco, Afogados da Ingazeira, Arcoverde, Mirandiba, Serra Talhada, Jatobá, Inajá e Altinho, com os grupos de Maracatu, Afoxé e Sou da Terra.

ATIVIDADES EM 2020

Desde meados do mês de março, diante da pandemia, paralisamos todas as atividades presenciais e temos investido nas redes sociais, com os seguintes projetos:

- Manutenção de site, canal de vídeos no youtube, e perfis no facebook e instagram, do Instituto Cultural Raízes.

- Projeto de comunicação alternativa TV Raízes da Cultura, com blog, canal de vídeos no youtube, além de perfis no facebook e instagram, trazendo uma quantidade de registros em vídeos, além de notícias atualizadas, além de uma vasta programação de lives com temas relacionados às culturas afro-brasileiras e indígenas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário