PROJETO TV RAÍZES

PROJETO TV RAÍZES
CONHEÇA NOSSO PROJETO - SEJA NOSSO PARCEIRO(A)

sábado, 25 de novembro de 2017

Instituto Raízes e Escola Municipal Major João Novaes iniciam Projeto que discute Igualdade Racial


Na segunda-feira dia 13 de novembro, teve início na Escola Municipal Major João Novaes, o Projeto: DIVERSIDADE CULTURAL E IGUALDADE RACIAL NA ESCOLA.

Trata-se de uma iniciativa do Instituto Cultural Raízes em parceria com a equipe de gestão da escola, juntamente com os(as) professores.

A proposta do Projeto é a vivência de uma educação ética, voltada para o respeito e convívio harmônico com a diversidade, onde deve-se partir de temáticas significativas, que propiciem condições para que os alunos e as alunas desenvolvam sua capacidade dialógica e, tomem consciência de suas próprias raízes históricas.


Gestora Corrita Souza fazendo a abertura do Projeto
O principal objetivo do Projeto é levar os alunos a refletirem sobre a diversidade étnico-cultural e racial para compreenderem que cada povo possui sua identidade própria, presente nas crenças, costumes, história e organização social. Perceberem suas contribuições para o desenvolvimento da humanidade, em especial do Brasil, também levar o aluno a se perceber parte desse povo. Assim, promover o respeito às diferenças de qualquer gênero para a valorização do ser humano e da identidade cultural de todos os povos, para que dessa forma mudanças significativas na prática social sejam percebidas e seja efetivado o desenvolvimento da consciência cidadã.


Libânio Neto, dialogando com os estudantes
Nesse primeiro momento, realizou-se uma conversa com os estudantes, com o tema: IDENTIDADE SÓCIO-CULTURAL, abordando a questão do racismo e do preconceito, bem como a realidade em que vivemos, com enfoque especial para a temática da Consciência Negra.

O Projeto realizará ainda uma Mostra Cultural, no dia 1 de dezembro de 2017, destacando a África, os afrobrasileiros e sua contribuição histórica na formação de nossa sociedade, em cuja oportunidade se fará também um Concurso para eleger a menina negra e o menino negro mais bonitos da Escola.

A Mostra Cultural, contará ainda com oficinas de penteados, tranças e turbantes afros, além de apresentação do Instituto Cultural Raízes.

Instituto Raízes entrega premiação da Rifa

Sorteio realizado pela pequena Grazy

No dia 18 de novembro, durante a 9ª Celebração da Consciência Negra em Floresta/PE, o Instituto Cultural Raízes, realizou o sorteio da Rifa de 1 mini Notebook, a qual teve a finalidade de levantar recursos para a realização do mencionado evento.

O sorteio foi feito pela pequena Grazinha, cujo número sorteado foi o de nº 062, que foi adquirido por SIMONE DE SÁ GOMES SILVA.

Anúncio do bilhete sorteado e do nome da ganhadora

O anúncio da sorteada foi feito por Libânio Neto, Presidente do Instituto Cultural Raízes.

Entrega do Prêmio
Já na terça-feira dia 21, foi realizada a entrega do prêmio.

A Diretoria do Instituto Raízes, agradece a todos e todas que compraram os bilhetes, proporcionando uma importante ajuda para a realização de nosso mais importante evento.

Foram vendidos a quantidade de 219 bilhetes, perfazendo um total de R$ 1.095,00 (Um mil e noventa e cinco reais).

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Consciência Negra em Floresta/PE - PRESTANDO CONTAS



O Instituto Cultural Raízes, no intuito de ser transparente com suas ações e projetos, a partir da presente data, inicia um processo de Prestação de Contas das atividades realizadas.

Iniciamos então pela Prestação de Contas da 9ª celebração da Consciência Negra em Floresta/PE, ocorrida no dia 18 de novembro de 2017.

RECURSOS ADQUIRIDOS:
- Patrocinadores                                                                                1.600,00
(Eletroléo, Coca Cola, L.Felipe Tecidos, Livraria Dom Augusto,
Laclinf e TDA Gráfica)
- Vendagem de Rifas                                                                         1.095,00
- Vendagem de Camisas                                                                      205,00
                                                                              Total                    2.900,00

DESPESAS COM O EVENTO:
- Transporte de Grupos e Artistas convidados                                  1.850,00
- Alimentação (equipe e grupos convidados)                                    1.527,15
- Combustível para articulação do evento                                            243,13
- Manutenção de Instrumentos                                                             350,00
- Diversos (material de expediente, manutenção, etc)                         350,00
                                                                              Total                     4.320,28

Saldo Negativo:  R$  1.420,28  (valor tomado emprestado - 1.500,00)

Solicitamos que quem puder ajudar, pode fazê-lo comprando camisas, cd's e outros materiais de divulgação, bem como conseguindo apresentações e realizações de oficinas, nas quais possamos receber Cachê.

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Consciência Negra em Floresta/PE - AGRADECIMENTOS



A Diretoria do Instituto Cultural Raízes, vem de público agradecer a todos e a todas, que contribuíram de forma direta ou indireta para a realização da 9ª Celebração da Consciência Negra em Floresta, acontecida no dia 18 de novembro de 2017.

Agradecemos ao Deus de nossos ancestrais por nos oportunizar mais esse momento inesquecível.

Agradecemos a todos(as) componentes do Maracatu Afrobatuque e demais grupos culturais do Instituto Raízes, que se empenharam em fazer acontecer essa emocionante celebração. Especialmente aos(as) nossos(as) Coordenadores(as): Washington, Marciano, Márcio, Igor Roam, Priscila, Sâmara e Ana Beatriz. Lista completa ao final da matéria.

Agradecemos a Comunidade do Bairro Escondidinho/Vulcão, pela participação efetiva no evento.

Agradecemos a Laurinda(Dinda), nossa costureira oficial, que mais uma vez confeccionou um belíssimo figurino, desta feita para o Grupo Afro Mulher.

Agradecemos as mães: Wiris (Toquinha), Camila e Marlí, por assumirem a parte da preparação da alimentação de nossa turma e dos grupos visitantes e, ainda participarem do Cortejo Cultural.

Agradecemos ao amigo Jailson (Ratinho), por mais uma vez colaborar com nosso trabalho, cuidando de questões operacionais.

Agradecemos a Santiago, por se colocar à disposição de colaborar de forma espontânea, que nos surpreendeu a todos.

Agradecemos às pessoas da Comunidade que participaram da Côrte do Maracatu, especialmente a Josefa Guiomar (Zefinha), nossa Rainha e a Rogério Júnior, nosso Rei, além de Vitória, nossa Dama do Passo.

Agradecemos aos grupos convidados: Grupo Zumbi, Maracatu Raízes do Sertão, Grupo Obá Aiyê, Maracatu Nação Salgueirense, Cia. de Danças na Pisada do Sertão Terranovense, bem como aos(as) nossos(as) alunos(as) de Belém do São Francisco. Sem eles(as) a emoção não teria sido completa.

Agradecemos ao amigo e parceiro, Júnior Baladeira, por sua importantíssima participação, que em muito contribuiu para o sucesso do evento.

Agradecemos a Pedro Euzébio e a todos que junto com ele, mostraram o nosso Forró Pé de Serra, o autêntico Forró.

Agradecemos as pessoas da Comunidade que participaram da feira de artes e gastronomia, agradecendo também a Rosana e a todas(os) do Grupo Sabor e Arte, que marcaram presença com seus produtos artesanais e gastronômicos, abrilhantando ainda mais o momento.

Agradecemos o empenho de todos que venderam as rifas, bem como aos que compraram. São atitudes assim que nos motivam a seguir em frente. Especialmente, agradecemos a Washington, Felício, Marciano, Jujú, Georgia e Fabiane, campeões de vendagem de rifas.

Agradecemos a Diocese de Floresta, pelo reconhecimento e apoio constante ao nosso trabalho e pela presença de várias lideranças religiosas que se encontravam na Assembléia Diocesana e vieram prestigiar e participar de nossa Celebração. Especialmente, agradecemos ao Bispo Dom Gabriel Marchesi (pela valorização que tem nos dado), ao Padre Luciano - Coordenador das Pastorais Sociais (por todo o apoio e abertura ao diálogo sócio-cultural) e, ao Padre Geovani, Pároco de Floresta, que nos apoiou em muito com a disponibilização do equipamento de som e com sua presença.

Agradecemos a gestora da Escola Municipal Major João Novaes, profª Corrita Souza, por nos ceder o espaço da Escola, a fim de que pudéssemos recepcionar os grupos visitantes.

Agradecemos aos nossos patrocinadores: Lojas Eletroleo, L. Felipe Tecidos, Laclinf, Livraria Dom Augusto, Coca Cola e TDA Gráfica. Foi muito importante e decisivo o apoio de todos.

Agradecemos a Secretaria de Educação de Floresta, através da sua Secretária Ana Cláudia e do Diretor de Cultura Vavá Paulino, por disponibilizar transporte para a locomoção de jovens de Belém do São Francisco, bem como a hospedagem de Júnior Baladeira e motoristas de Arcoverde e Salgueiro.

Agradecemos a cobertura ao vivo, feita pelo Blog do Elvis e pela TV Flaresta. A divulgação de momentos como esse fortalece a Cultura Popular em nossa região.

NOSSOS AGRADECIMENTOS ESPECIAIS AO MARACATU AFROBATUQUE:


Agbês 
Dinaiara, Laíse, Sandrielle, Luiza, Shayane, Suellen, Flaviana, Vitória, Jujú, Dudú, Jhenifer, Erikinha, Gaby, Emily, Georgia e Leticinha. 

Mineiros 
Mimi e Natália. 

Atabaques 
Sairon, Juan, Jhones e Henrique. 

Tarol e Caixa 
Alex, José Carlos, Wesley, Fabiane, Lucas, Roger, Alisson. 

Gonguês 
Vitinho, Rafael e Diego. 

Tambores/Alfaias 
Andreina, Biazinha, Geovana, Maciel, Karol, Jhuly, Humberto, Gean, Elen, Zé Victor, João Pedro, Peu, Lázaro, Bum, David, Júnior, Edivanilson, Alexson, Samuel, Tadeu e Cleiton.

9ª Celebração da Consciência Negra em Floresta/PE foi emocionante

9ª Celebração da Consciência Negra em Floresta (foto gentilmente cedida pelo Blog do Elvis)

No sábado 18 de novembro de 2017, a cidade de Floresta no sertão pernambucano, vivenciou a 9ª Celebração da Consciência Negra, promovida pelo Instituto Cultural Raízes.

O evento é uma das principais marcas da atuação do Instituto Raízes em Floresta e região, tendo se consolidado como principal evento de cultura afrobrasileira do Sertão de Itaparica.

A programação teve início com um Cortejo Cultural, saindo da sede do Instituto e percorrendo as ruas do bairro Escondidinho, em direção à Quadra Poliesportiva do Vulcão.

As apresentações culturais trouxeram para o público as raízes da Cultura Afrobrasileira como o Maracatu de Baque Virado, o Maculelê, o Coco de Roda e o Afoxé, apresentados pelos grupos locais e convidados de outras cidades como Arcoverde, Mirandiba, Salgueiro, Terra Nova, Ouricuri e Belém do São Francisco.

Os Grupos Culturais que se apresentaram, foram:
- Maracatu Afrobatuque, de Floresta
- Grupo Afro Mulher, de Floresta (estreando nessa data)
- Grupo Zumbi de Dança Afro e Percussão, de Mirandiba
- Maracatu Raízes do Sertão, de Arcoverde
- Grupo Cultural Obá Aiyê, de Arcoverde
- Maracatu Nação Salgueirense, de Salgueiro
- Cia. de Danças na Pisada do Sertão Terranovense, de Terra Nova

O público presente ainda pôde vivenciar as apresentações do Rapper e Poeta de Ouricuri, Júnior Baladeira, além do Forró Pé de Serra de Pedro Euzébio e Trio Pajeú, que encerrou a noite cultural.

A programação contou ainda com várias homenagens aos diversos parceiros e pessoas históricas da Comunidade, bem como a realização de feira de artesanato e gastronomia, com a participação de várias pessoas da Comunidade e do Grupo Sabor e Arte, que expuseram seus produtos para comercializarem.

De acordo com a avaliação de várias pessoas e representações sócio-culturais presentes, o evento foi emocionante, mostrando a força do trabalho do Instituto Cultural Raízes e a importância do acontecimento para Floresta e região.

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Entidades e Movimentos Sociais criam Forum Social em Defesa das Águas e do Rio São Francisco


A Diocese de Floresta, através das Pastorais Sociais, juntamente com o Instituto Cultural Raízes, o Provida e a Cáritas Diocesana, vem nos últimos meses construindo aproximação e parcerias com diversos movimentos sociais, entidades e sindicatos, na busca da construção de uma agenda comum, em defesa dos direitos sociais e trabalhistas, fortalecendo o processo de lutas que acontece em todo o país, contra as ações do governo golpista, instalado em Brasília.

Após os últimos encontros realizados, decidiu-se pela criação de um FÓRUM SOCIAL EM DEFESA DAS ÁGUAS E DO RIO SÃO FRANCISCO, com o objetivo principal de promover a luta pela preservação do Rio São Francisco, Contra a Privatização da Chesf e em Defesa das Águas como bem indispensável para a humanidade.

O Fórum, surge com a perspectiva de ser um movimento permanente de discussão e mobilização social e, agrega em sua composição as forças existentes na região e no Estado, tais como: CUT, FRUNE, SINDURB, MST, CPT, PJR, MPA, FETAPE, polo Sindical do Sub Médio do São Francisco, Associação Quilombola Borda do Lago (de Petrolândia) e várias outras Associações Quilombolas, bem como a Pastoral dos Pescadores, o Movimento dos Atingidos por Barragens e o Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolândia.

A primeira ação de forma mais ampla, se dará com a realização do evento do Fórum Contra a Privatização da Chesf e em Defesa do Rio São Francisco, que acontecerá no dia 15 de dezembro de 2017, na cidade de Petrolândia, para o qual estão sendo convidados e articulados, diversas caravanas de municípios do sub médio São Francisco, inclusive dos estados da Bahia e de Sergipe.

A programação consistirá de concentração a partir de logo cedo, no dia 15, em frente a Prefeitura de Petrolândia, saindo em grande caminhada às 8:00h, pelas principais ruas da cidade, encerrando com um Ato na Orla, que terá um formato também cultural, expressando a posição de todos os seguimentos da sociedade organizada que se opõem a venda da Chesf.

O evento conta com o apoio da Prefeitura de Petrolândia e, já se busca também apoio de várias outras prefeituras na região. 

Concurso Beleza Negra em Floresta tem nova data



Instituto Cultural Raízes vem comunicar a todas as pessoas interessadas no 1º Concurso BELEZA NEGRA Florestana, que o mesmo foi adiado, cuja nova data será 26 DE MAIO DE 2018.

O adiamento foi devido ao acúmulo de atividades por parte do Instituto Raízes, que acabou inviabilizando a articulação e a ampla divulgação no município de Floresta.

O Concurso é uma realização do Instituto Cultural Raízes e tem como objetivo maior, valorizar a beleza, a estética e a cultura negra/afrobrasileira, presente na mulher florestana, fortalecendo a identidade sócio-cultural e étnica das mesmas.

A divulgação ocorrerá, sobretudo a partir do início de março de 2018, cujo público preferencial, será as escolas, os bairros da periferia e as comunidades rurais.

Premiação:
O Concurso premiará, do 1º ao 3º lugar, somando R$ 2.000,00 (dois mil reais) em prêmios, no total.


Quem Poderá Participar:
Poderão   participar do  concurso   jovens mulheres  afrodescendentes/negras, que se autoconsiderem  afrodescendentes, com idade  de 15 a 29 anos e, que sejam naturais de Floresta.

Período de Inscrição:
As inscrições para o “1º Concurso Beleza Negra Florestana” serão realizadas no período de 01 de março até 30 de abril de 2018, em local e horário que serão divulgados em breve, bem como pelos contatos do Instituto Raízes, destacados abaixo.


Dos(as) Jurados(as):
O corpo de jurados(as), será composto por pessoas qualificadas, convidados(as) de outras cidades (não haverá jurado local), para evitar "favorecimentos" ou dúvidas quanto a lisura do Concurso.

Informações:
As pessoas interessadas em adquirir informações prévias (e se inscrever) sobre o concurso, poderão entrar em contato, através do email: raizesdacultura@gmail.com ou pelo telefone/whatsapp  (87) 9 9927.9125.

Objetivos do Concurso:

1º Concurso BELEZA NEGRA Florestana, tem como principais objetivos:
- trabalhar a autoestima de mulheres negras de Floresta, destacando a beleza negra e  valorizando  a  diversidade  étnica  e  sociocultural existente  no  município;
- valorizar a cultura e a estética afro-brasileira;
- destacar a beleza negra, o orgulho e a valorização de ser negra;
- criar oportunidades sociais;
- valorizar a beleza e a desenvoltura das candidatas;
- colaborar com o desenvolvimento social e cultural;
- promover a interação com as comunidades de bairros, através das lideranças das associações e escolas;
- divulgar eventos relacionados ao Concurso.

sábado, 11 de novembro de 2017

Concurso Beleza Negra em Belém do São Francisco tem nova data



Instituto Cultural Raízes vem comunicar a todas as pessoas interessadas no 1º Concurso BELEZA NEGRA Belemita, que o mesmo foi adiado, cuja nova data será 19 DE MAIO DE 2018.

O adiamento foi devido ao acúmulo de atividades por parte do Instituto Raízes, que acabou inviabilizando a articulação e a ampla divulgação no município de Belém do São Francisco.

O Concurso é uma realização do Instituto Cultural Raízes, juntamente com A Produtora - Áudio e Vídeo, e tem como objetivo maior, valorizar a beleza, a estética e a cultura negra/afrobrasileira, presente na mulher belemita, fortalecendo a identidade sócio-cultural e étnica das mesmas.

A divulgação ocorrerá, sobretudo a partir do início de março de 2018, cujo público preferencial, será as escolas, os bairros da periferia e as comunidades rurais.

Premiação:
O Concurso premiará, do 1º ao 3º lugar, somando R$ 2.000,00 (dois mil reais) em prêmios, no total.


Dos(as) Jurados(as):
O corpo de jurados(as), será composto por pessoas qualificadas, convidados(as) de outras cidades (não haverá jurado local), para evitar "favorecimentos" ou dúvidas quanto a lisura do Concurso.

Quem Poderá Participar:
Poderão   participar do  concurso   jovens mulheres  afrodescendentes/negras, que se autoconsiderem  afrodescendentes, com idade  de 15 a 29 anos e, que sejam naturais de Belém do São Francisco.

Período de Inscrição:
As inscrições para o “1º Concurso Beleza Negra Belemita” serão realizadas no período de 01 de março até 30 de abril de 2018, em local e horário que serão divulgados em breve, bem como pelos contatos do Instituto Raízes, destacados abaixo.

Informações:
As pessoas interessadas em adquirir informações prévias (e se inscrever) sobre o concurso, poderão entrar em contato, através do email: raizesdacultura@gmail.com ou pelo telefone/whatsapp  (87) 9 9927.9125.

Objetivos do Concurso:

1º Concurso BELEZA NEGRA Belemita, tem como principais objetivos:
- trabalhar a autoestima de mulheres negras de Belém do São Francisco, destacando a beleza negra e  valorizando  a  diversidade  étnica  e  sociocultural existente  no  município;
- valorizar a cultura e a estética afro-brasileira;
- destacar a beleza negra, o orgulho e a valorização de ser negra;
- criar oportunidades sociais;
- valorizar a beleza e a desenvoltura das candidatas;
- colaborar com o desenvolvimento social e cultural;
- promover a interação com as comunidades de bairros, através das lideranças das associações e escolas;
- divulgar eventos relacionados ao Concurso.

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Instituto Raízes busca apoio para realizar a 9ª Celebração da Consciência Negra


O Instituto Cultural Raízes, está buscando apoio financeiro para custear a realização da 9ª Celebração da Consciência Negra em Floresta/PE.

A entidade vem mantendo a data histórica, desde o ano de 2010, transformando a programação no principal evento de Cultura Afrobrasileira no Sertão de Itaparica, recebendo vários grupos culturais da região, de outras cidades do sertão e inclusive da capital, Recife.

Nos anos anteriores, contou com o apoio financeiro do Instituto da Juventude, que atuou nesse período como instituição parceira, assumindo em torno de 60% das despesas. Devido a indisponibilidade de recursos atuais, já não é possível contar com essa parceria.

Na preocupação de poder manter o evento que já se tornou tradicional e referência principal da atuação do Instituto Raízes, a direção da entidade está buscando apoios junto ao comércio local e instituições públicas.

Outra iniciativa está sendo a vendagem de Rifa, além de materiais de divulgação, tais como: camisas e cd's.

As pessoas interessadas em apoiar o Instituto Raízes, devem contactar através do email: raizesdacultura@gmail.com, ou pelo fone/zap  (87) 99927.9125.

Confira abaixo, os materiais disponíveis para venda:







sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Instituto Raízes lança Projeto de Roda de Diálogos sobre a Consciência Negra



O Instituto Cultural Raízes está lançando hoje, mais uma ação inovadora, no campo da formação, sensibilização e conscientização social e humana.

Trata-se do Projeto: RODA DE DIÁLOGOS - CONSCIÊNCIA NEGRA, que aborda A LONGA CAMINHADA NEGRA NO BRASIL: Suas Lutas, Resistência e Cultura.

As Rodas de Conversa constituem uma metodologia participativa que pode ser utilizada em diversos contextos, tais como escolas, faculdades, instituições públicas e/ou privadas, organizações culturais e sócio-comunitárias, entre outros. 

Os seus objetivos são:
1º) Difundir a discussão sobre Consciência Negra, trabalhando de forma vinculada (ou adaptada) à demanda e à realidade das pessoas com quem será desenvolvida a Roda;
2º) Criar um contexto de diálogo sobre Consciência Negra, potencializando a participação e a reflexão em relação à presença do negro na sociedade brasileira e sua participação na construção dessa nação;
3º) Promover a reflexão sobre os temas abordados, relacionando-a ao contexto de vida dos participantes e incentivando a sua ressignificação desses temas em prol de uma cultura de promoção e defesa da diversidade e da igualdade racial, bem como da eliminação do racismo.

O Projeto surge a partir da experiência do trabalho desenvolvido pelo Instituto Cultural Raízes, onde se destaca os estudos e pesquisas realizados nos últimos anos pela entidade.

A Roda de Diálogos sobre a Consciência Negra, constitui-se numa oportunidade impar de reflexão, debate, resgate e preservação da identidade e da história do negro no Brasil, sua participação direta na construção de nossa sociedade, suas lutas, resistências e cultura, abordando elementos da história da África, dos africanos, sua chegada ao Brasil, suas origens étnicas e sócio-culturais, a escravidão, à luta por libertação, os Quilombos, seus líderes e heróis e, sua contribuição definitiva para a formação social do Brasil, com suas tradições, linguagem, culinária, arte e cultura.

As instituições educativas e demais interessados(as), devem manter contato com o Instituto Cultural Raízes (para discutir as condições e custos de realização), através do email: raizesdacultura@gmail.com, ou ainda através do Celular/Zap (87) 99927.9125, falar com Libânio Neto.

As Rodas de Diálogos acontecerão de forma permanente, não estando restritas apenas ao mês de novembro - Mês da Consciência Negra.