IMPORTÂNCIA DA HISTÓRICA

IMPORTÂNCIA DA HISTÓRICA

OFICINAS DE MARACATU DE BAQUE VIRADO

OFICINAS DE MARACATU DE BAQUE VIRADO
PARTICIPE DAS NOSSAS OFICINAS, VENHA VIVENCIAR UMA DAS MAIS TRADICIONAIS EXPRESSÕES DA CULTURA AFROBRASILEIRA QUE É O MARACATU.

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Movimentos Sociais e Pastorais realizam Grito dos Excluídos em Floresta

Manifestantes do Grito dos Excluídos em Floresta

Na quarta-feira dia 6 de setembro, Floresta vivenciou pela primeira vez, a realização do GRITO DOS EXCLUÍDOS.

Convocado pela Diocese de Floresta e que teve a participação de várias organizações sociais, pastorais e movimentos de trabalhadores, os manifestantes, dirigentes e militantes levaram às ruas o Lema "POR DIREITOS E DEMOCRACIA, A LUTA É TODO DIA", sintonizados com a mobilização nacional que historicamente se realiza no dia 7 de setembro em várias capitais e cidades pelo Brasil afora e, que já está em sua 23ª edição.

A concentração foi no trevo da entrada da cidade, de onde os manifestantes saíram em caminhada pelas principais avenidas e ruas de Floresta, entoando cantos populares, palavras de ordem contra o governo Temer, por Terra, Trabalho e Teto, além de vários discursos que denunciaram os ataques patrocinados pelo governo golpista contra os trabalhadores e a maioria da população, bem como as medidas de entrega do patrimônio nacional aos estrangeiros, além dos casos de corrupção.

Dom Gabriel Marchesi - Bispo da Diocese de Floresta
O Bispo Dom Gabriel Marchesi, representando a Diocese de Floresta, fez o principal discurso do dia, destacando a necessidade de se assumir o compromisso de construção de um Brasil melhor e, que para tanto se faz necessário repudiar e renunciar a qualquer forma de corrupção.

Acrescentou ainda Dom Gabriel, que as pessoas que estão nas ruas hoje, são um sinal de esperança, pois querem construir um país onde haja dignidade e justiça.

Várias outras lideranças presentes, fizeram discursos contundentes, na defesa dos direitos sociais e trabalhistas, bem como de denúncias contra o governo Temer, à exemplo de Carlos Veras, Presidente Estadual da CUT/PE; Doriel Barros, Presidente da FETAPE; Wilka Freire, Presidente do STR/Floresta; Paulo Mansan, da Frente Brasil Popular de Pernambuco, além de várias representações do MST/Movimento Sem Terra e de diversos dirigentes sindicais e populares presentes.

Instituto Cultural Raízes

O Instituto Cultural Raízes, se fez presente com várias de suas crianças, adolescentes e jovens, participantes dos projetos sociais e culturais mantidos pela entidade, animando a caminhada e mostrando que a Cultura Popular deve estar ligada às lutas por transformação social.

Padre Luciano Aguiar - Coordenador das Pastorais Sociais
O Padre Luciano Aguiar, Coordenador das Pastorais Sociais da Diocese de Floresta e articulador da manifestação, destacou a importância da presença de todas as lideranças e militantes presentes, o que proporcionou o sucesso do Grito dos Excluídos, que pela primeira vez acontece em Floresta, envolvendo uma articulação regional, demonstrando que o povo começar a despertar para às lutas sociais, compreendendo que deve ser uma ação permanente.

Destacamos agora as Instituições e Organizações que participaram da mobilização e da realização do Grito dos Excluídos em Floresta:

Pela Diocese de Floresta
- Cáritas Diocesana
- Pastoral dos Pescadores
- Pastoral da Criança
- Pastoral da Juventude Rural
- CPT - Comissão Pastoral da Terra
- Pastoral Litúrgica da Diocese
- Provida
- Escola de Cidadania

MST - Movimento dos Sem Terra
- com vários representantes de Acampamentos da Reforma Agrária na Região
CUT - Central Única dos Trabalhadores
Fetape
Instituto Cultural Raízes
Território Quilombola - Águas do Velho Chico de Orocó
Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Petrolândia
Assembléia de Deus - Madureira

Sindicatos de Trabalhadores Rurais de:
- Floresta
- Carnaubeira da Penha
- Belém do São Francisco
- Itacuruba
- Orocó
- Petrolândia
- Tacaratu
- Jatobá
- Ibimirim
Polo Sindical Rural do Submédio São Francisco

Diversas Associações de Pequenos Agricultores de Floresta, também se fizeram presentes, além da Coopercapri, Colônia de Pescadores e Diretoria Municipal de Cultura de Floresta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário